domingo, diciembre 18, 2016

A LOTARIA

      Eu tenho um sonho...

      A vida é muito mais que uma lotaria. A vida é a loteria total. Com um bom prémio eu seria um homem ocioso e teria como atividades quotidianas ler, escrever e viajar. As viagens têm que ser iniciáticas para ser viagens. Faria uma viagem à volta do mundo, mas seria uma viagem de comboio: o comboio Venice Simplon-Orient Express, o Transiberiano, Al-Andalus, o Transcantábrico, o Imperial Rússia, o Indian Pacific e assim todos os caminhos de ferro que eu descobrisse, que eu encontrasse. Saberia quando partiria mas não quando voltaria. Seria uma viagem ao centro das nos seas vidas, da minha vida, e com elo ao centro mais profundo da Humanidade. Se de uma viagem voltares ileso, é que nunca estiveste.
      Na realidade, a felicidade completa eu consigo-a com: saúde, coitos frequentes e satisfatórios, apetito e boa comida, despreocupado desafogo económico, uma boa companheira ao meu lado, uma casa agradável num lugar agradável para viver com ela e abundância de livros. Estas são palavras emprestadas de Adolfo Bioy Casares que eu compartilho plenamente.
      Mas também penso que o dinheiro poderia voltar-me o rei na barriga, alguém vaidoso, pretensioso e desconfiado. Às vezes, eu penso que muito dinheiro poderia ser mais um problema que uma bênção. Pero pouco dinheiro, eu sei que é um problema.
     Então..., não sei.

    Tanto qual saber, duvidar agrada-me.